sábado, 26 de janeiro de 2013

Como funciona o Pronaf ?


 Como funciona o Pronaf?
O agricultor familiar deve avaliar o projeto que pretende desenvolver. Os projetos devem gerar renda aos agricultores familiares e assentados da reforma agrária, seja ele para o custeio da safra, atividade agroindustrial, investimento em máquinas, equipamentos ou infraestrutura. A renda bruta anual dos agricultores familiares deve ser de até R$ 160 mil. A definição do projeto a ser trabalhado deve envolver toda a família, para ter mais chances de bons resultados. 

O que eu faço com o projeto?
Após a decisão do que financiar, a família deve procurar o sindicato rural ou a Emater para obtenção da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). Em seguida o agricultor deve procurar a empresa de ATER do município para elaborar o Projeto Técnico de Financiamento.

Importante observar que a maioria dos produtos rurais formadores da renda familiar, que será declarada para obtenção da DAP,  recebem um rebate para cálculo da renda, esse percentual pode chegar até a 90%. Para exemplificar, vamos pegar uma renda declarada de soja, o produtor declara ter tido renda nos últimos doze meses com venda de soja de R$ 50.0000,00 na declaração para fins de enquadramento vai aparecer no documento um desconto de 50% ou seja R$ 25.000,00.

A renda declarada é referente aos últimos 12 meses de atividades e em muitos casos o emissor solicita a apresentação de bloco de produtor e ou outro comprovante de renda rural, esse procedimento não é adotado por todos, mas é fundamental que o produtor (a) sempre faça as movimentações em seu bloco de produtor é uma garantia a mais para exercer futuros direitos.

Para onde encaminho o projeto?
O projeto deve ser encaminhado para análise de crédito e aprovação do agente financeiro de sua preferência. Com o Projeto Técnico, deve-se negociar o financiamento junto ao agente financeiro.

Após aprovado o projeto, o que faço?
Aprovado o Projeto Técnico, o agricultor familiar está apto a acessar o recurso e começar a implementar o projeto. Importante que o produtor (a) observe bem o planejamento e as etapas negociadas junto ao agente financeiro e com o técnico responsável pelo projeto, pois existem prazos para execução e possível fiscalização. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Convidamos aos amigos (as), a utilizar o espaço de comentário para agregar informações as postagens. Forte abraço.